Como selecionar um teste de personalidade

A indústria de avaliações é muito pouco regulada e por isso o mercado está inundado de avaliações baratas e não eficazes que dizem medir a personalidade, mas que não têm nenhum fundamento na psicologia da personalidade, nem base em evidências. Portanto, uma seleção cuidadosa das ferramentas de avaliação é essencial para o sucesso – do contrário, é só dinheiro jogado fora.

Na Hogan, nós temos orgulho da ciência por trás das avaliações que conduzem nossas poderosas soluções de aquisição e desenvolvimento de talentos. Nós nos empenhamos em ser o mais transparentes possível, para que você possa ter confiança para selecionar o produto de avaliação correto para as necessidades de seu negócio.

O guia a seguir fornece um conjunto padrão de ponderações para auxiliá-lo numa possível comparação com avaliações de outros fornecedores.

O que as avaliações realmente medem?

Apesar de essa pergunta parecer óbvia, muitas avaliações de personalidade no mercado não medem o que dizem medir. Fornecedores de avaliações devem oferecer evidências científicas claras que deem suporte à validade e confiabilidade de suas avaliações.
Os produtos da Hogan predizem o desempenho. Mais especificamente, nós desenvolvemos nossas avaliações para ajudar as organizações a selecionarem as pessoas quanto à empregabilidade básica e adequação a cargos, e para fornecer uma base sólida para coaching de desenvolvimento de carreira. Esses dados são colocados em nossos relatórios, que podem ajudar as organizações a diferenciar candidatos a empregos com base em características relacionadas ao desempenho no trabalho e alinhamento organizacional.
Com base em décadas de pesquisas sobre psicologia da personalidade e análise científica de dados sobre personalidade e desempenho, as avaliações da Hogan foram validadas em relação a critérios externos, incluindo desempenho no trabalho e avaliações de pares (por ex. a avaliação de feedback 360 graus), permitindo a descrição da provável reputação de um candidato no trabalho. Nós também comparamos a pontuação de um candidato a um emprego com a de milhares de outras pessoas, para determinar como esse candidato provavelmente vai se comportar no trabalho. Avaliações contínuas de nossos inventários em relação a indicadores de desempenho mostram claramente que nossas ferramentas podem melhorar os resultados gerais de um negócio.

Que formação e afiliações profissionais os desenvolvedores das avaliações possuem?

O desenvolvimento adequado de assessments é um processo rigoroso que requer a supervisão de profissionais qualificados com formação em psicologia e em métodos de pesquisa. Uma maneira de garantir que uma ferramenta tenha os mais altos padrões possíveis é checar quais são as organizações científicas e profissionais das quais os desenvolvedores da ferramenta fazem parte.
Na Hogan, nós empregamos profissionais com mestrado e doutorado com formação em psicologia industrial-organizacional e quantitativa. Nossos profissionais são afiliados a várias divisões da Associação Psicológica Americana, incluindo a Divisão 5 (Medidas e Avaliações), Divisão 8 (Psicologia da Personalidade e Psicologia Social) e Divisão 14 (Psicologia Industrial e Organizacional). Nossa equipe de profissionais mantém-se informada sobre desenvolvimentos legais e padrões da indústria através da participação em conferências e comunidades de prática nesta área. Nossos funcionários recebem convites regularmente para participar de painéis e conselhos, juntamente com outros líderes da área de avaliações psicológicas no contexto organizacional.

As avaliações foram revisadas por pares ou por órgãos independentes?

Um órgão independente, tal como um conselho ou associação de psicologia, deve avaliar qualquer ferramenta científica desenvolvida para medir a personalidade. A publicação em revistas acadêmicas especializadas também é um bom indicador sobre a qualidade de uma ferramenta. Como parte da revisão por pares, painéis de especialistas independentes conduzem revisões de pesquisas descritas em artigos científicos para garantir precisão científica.

Agências em quatro continentes já examinaram nossas avaliações. Elas receberam críticas positivas de órgãos reconhecidos de avaliação de testes, incluindo o Instituto Buros de Medidas Mentais (Buros Institute of Mental Measurements), A Sociedade Britânica da Psicologia (British Psychological Society), o Conselho de Profissões da Saúde da África do Sul (Health Professions Council of South Africa), o Conselho Federal de Psicologia do Brasil, e o DNV GL (Noruega). Além disso, nossas ferramentas aparecem regularmente nas revistas especializadas mais importantes, incluindo Journal of Applied Psychology, Personnel Psychology, Human Performance, and the International Journal of Selection and Assessment.

As avaliações aderem a alguma diretriz ou padrão sobre empregos?

Editoras de avaliações psicológicas devem fornecer informações relativas à adesão de suas ferramentas às diretrizes internacionais. Nos Estados Unidos, avaliações no trabalho precisam aderir a diretrizes estabelecidas pela Comissão de Oportunidades Iguais de Emprego (Equal Employment Opportunity Commission – EEOC), uma agência governamental que garante o cumprimento das leis tornando ilegal discriminar candidatos a um emprego com base em raça, cor, religião, gênero, país de origem, idade ou deficiências. Editoras de avaliações devem fornecer manuais que respeitem as “Diretrizes Uniformes sobre Procedimentos na Seleção de Empregados”, (Uniform Guidelines on Employee Selection Procedures) ou seu equivalente regional.

Cada manual técnico de uma avaliação que nós publicamos contém informações detalhadas sobre o desenvolvimento, a confiabilidade, a validação e as normas para cada avaliação. Para guiar o desenvolvimento de nossos manuais e relatórios técnicos, nós utilizamos materiais como Diretrizes Uniformes (Uniform Guidelines), Princípios para Validação e Uso de Procedimentos de Seleção de Pessoal (Principles for the Validation and Use of Personnel Selection Procedures) da Sociedade para Psicologia Industrial e Organizacional (Society for Industrial and Organizational Psychology – SIOP), e Padrões para Testes Educacionais e Psicológicos (Standards for Educational and Psychological Testing) da Associação Psicológica Americana (American Psychological Association – APA). Além de garantir que nossos produtos predizem o desempenho no trabalho, nós regularmente monitoramos as avaliações para evitar a presença de impactos adversos, ou efeito discriminatório, nos candidatos. Essa due diligence nos permite afirmar com segurança que as avaliações predizem desempenho e não discriminam, com base nos critérios da Comissão de Oportunidades Iguais de Emprego (Equal Employment Opportunity Commission – EEOC).

Há avaliações acompanhadas por relatórios técnicos ou estudos de validação?

Outra boa maneira de avaliar a qualidade de um teste é rever os materiais de apoio que a editora fornece. Isso pode incluir manuais ou relatórios técnicos e estudos e pesquisas publicados sobre os dados. Estas publicações fornecem informações técnicas transparentes sobre os processos científicos usados para desenvolver as avaliações, bem como os resultados das pesquisas. Editoras que não se dispõem a publicar esses dados podem não possuir evidências que deem suporte ao que dizem ou podem ter algo a esconder.

A biblioteca de pesquisas da Hogan contém milhares de relatórios técnicos que descrevem estudos qualificados sobre validade que nossos pesquisadores preparam em conformidade com Diretrizes Uniformes (Uniform Guidelines), Princípios da Sociedade para Psicologia Industrial e Organizacional (SIOP Principles) e Padrões da American Psychological association (APA Standards). Esses relatórios são baseados em pesquisas conduzidas com funcionários de empresas reais ao redor do mundo. Nós fornecemos manuais técnicos para todos nossos instrumentos e produzimos relatórios técnicos para cada estudo de validação local ou solução de competência que desenvolvemos.

As avaliações são adequadas para o emprego que está sendo considerado?

Cargos variados requerem perfis diferentes. Portanto, fornecedores de avaliações devem ser capazes de mostrar evidências de que suas avaliações são adequadas para determinar se candidatos se adequam aos requisitos de uma família de cargos.
Nosso arquivo de pesquisas contém estudos de mais de 20 setores e representa 95% da cobertura da Rede de Informações Ocupacionais (Occupational Information Network – O*NET). Usando estudos de nosso arquivo, nós podemos associar requisitos necessários para um emprego a posições similares no arquivo, o que nos possibilita adaptar avaliações para predizer desempenho no trabalho. Nós usamos o padrão da indústria nas metodologias de pesquisas para agregar resultados de centenas de estudos e milhares de candidatos a empregos para fornecer perfis preditivos que foram pré-validados para uma grande variedade de famílias ocupacionais e critérios de seleção (por ex., comportamentos de segurança). Além de perfis de famílias ocupacionais, nossa equipe de pesquisas regularmente conduz estudos de validação que as organizações usam para selecionar candidatos a empregos com base em critérios específicos de uma ocupação.

Como é medido o desempenho das avaliações?

Conforme culturas e normas mudam com o decorrer do tempo, as avaliações psicológicas devem ser adaptadas para garantir que as medidas se alinhem a requisitos de trabalho em transformação e a expectativas em relação a candidatos que também se modificam com o tempo.
A Hogan trabalha estreitamente com seus clientes para regularmente atualizar e revalidar perfis de seleção. Nós continuamente monitoramos nossas avaliações para certificar-nos de que os itens estejam funcionando bem e que conjuntos de itens estejam medindo o que devem medir. Nossa equipe de análise de dados testa novos itens e substitui os que se tornaram desatualizados, pararam de funcionar ou que de algum modo são problemáticos. O processo de revalidação envolve coletar evidências de que as avaliações e recomendações são adequadas para as ocupações selecionadas.

As avaliações e produtos são adaptados a diferentes culturas e têm suporte local?

O uso internacional de avaliações de personalidade exige adaptações para idiomas e culturas locais. Para uma avaliação ser relevante em várias culturas, ela deve respeitar normas locais, ser sensível às nuances de linguagem, etc. Além disso, a força de trabalho global requer auxílio para estar disponível em várias regiões e responder a necessidades culturalmente específicas oportunamente.

A Hogan trabalha com uma rede global de especialistas e profissionais da indústria que são fluentes tanto em inglês quanto na língua alvo, entendem os conceitos psicológicos em questão e conhecem bem a cultura alvo. Isso garante adaptações de ótima qualidade das nossas avaliações e dos materiais associados. A Hogan desenvolve normas locais para dar suporte e respeitar diferenças culturais e já traduziu avaliações e relatórios para o uso em quase 50 idiomas. Nós garantimos consistência e sensibilidade cultural em nosso processo de tradução utilizando tradutores qualificados que são falantes nativos da língua alvo e uma combinação de tradução e retrotradução para garantir que a versão original e a traduzida sejam congruentes.

Como líder global em avaliações de personalidade, a Hogan oferece uma linha potente de produtos que transforma avaliações psicométricas em resultados preditivos. Nós nos orgulhamos da profundidade das medidas de nossas avaliações. E a grande variedade de opções de nossos relatórios significa que temos a solução para as necessidades de seu negócio. Todos os nossos produtos vêm com suporte de nossa equipe de consultores. Entre em contato conosco para mais informações.

Fale Conosco

Endereço: Alameda Rio Negro, 911 sala 707 Barueri – SP – CEP: 06454-000
Telefone: (11) 3022-2583

Copyright 2021 Ateliê RH