Assumindo a gerência: 11 desafios mais difíceis

Tornar-se um gerente pela primeira vez é um marco emocionante na carreira. Mas devido à magnitude da mudança envolvida, fazer a transição para a gestão também pode ser estressante para muitas pessoas. Se você é um novo gerente ou está se preparando para se tornar um gerente, aqui está o que você pode esperar ao entrar nesta nova fase de sua carreira.

Alavancando Habilidades Diferentes

Nas palavras de Marshall Goldsmith, “O que trouxe você até aqui não vai te levar até lá”. Reconheça que os pontos fortes que permitiram seu sucesso e os fatores que impediram sua eficácia até agora provavelmente não são os que serão importantes para um novo gerente. Seus relatórios de teste de personalidade Hogan são o lugar ideal para começar essa análise. Pense em quais pontos fortes sua nova posição exige e quais fatores podem causar problemas para você. Como você alterará seus comportamentos para acomodá-los? Lembre-se da importância do contexto situacional (função, cultura, gerente e equipe).

Tornando-se mais visível

O que você diz e faz é mais importante agora. Como sua posição mudou, você está sob maior escrutínio e suas palavras e ações têm um impacto maior. Você pode dizer a mesma coisa na mesma situação, mas tem mais peso em virtude de sua posição.

Gerenciando ex-colegas (e até amigos)

Ser promovido a um cargo de gerência geralmente significa gerenciar pessoas que costumavam ser seus colegas e, em alguns casos, seus amigos. Perceba que seus relacionamentos com eles foram inextricavelmente alterados. Não há problema em reconhecer diretamente essa mudança — eles são seus subordinados diretos. Não importa o quanto você goste deles, agora você é o gerente deles, e o relacionamento entre gerentes e subordinados é diferente dos relacionamentos entre colegas ou amigos. Você pode apoiá-los, defendê-los, desenvolvê-los, fornecer conselhos e conselhos, etc., mas isso precisa ser feito do ponto de vista do gerente, não do ponto de vista dos colegas ou amigos. Isso pode significar que você precisará sair do circuito até certo ponto. Lembre-se de que você também precisará fornecer feedback construtivo, avaliações de desempenho e tratamento salarial, e talvez até disciplina.

Seguindo a linha partidária

A menos que lhe peçam para fazer algo ilegal ou imoral, você precisa seguir a linha partidária, mesmo que não concorde com ela. Não há problema em expressar desacordo quando você está discutindo decisões com colegas gerentes, mas uma vez que uma decisão é tomada, os gerentes precisam ser uma frente unida. Você não pode dizer: “Bem, eu não concordei com isso, mas fui derrotado na votação”.

Ligação entre os níveis organizacionais

Como parte do gerenciamento, você deve fazer a ponte entre seus subordinados diretos e gerentes seniores quando seus subordinados diretos não gostarem de uma decisão ou questionarem uma política. Normalmente, os tomadores de decisão têm mais informações, que influenciaram sua decisão, do que as pessoas que questionam a decisão. Em outras palavras, você precisa fazer parte da solução e evitar alimentar descontentamento ou conflito. Não justifique seu desejo de discordar dizendo a si mesmo que você não está sendo autêntico se estiver apoiando uma decisão com a qual não concorda completamente. Reformule-o como algo que você precisa apoiar por causa de sua função.

Usando a entrada da equipe de forma eficaz

Você precisa coletar informações e obter adesão, mas não deixe que isso resulte em “gerenciamento por consenso”. Com muito compromisso, você pode acabar com uma decisão que ninguém apoia. Em algum momento, você pode precisar tomar a decisão sozinho, e pode não ser popular entre todos, mas pelo menos será apoiado por alguns. Como gerente, você é responsável pelo sucesso da equipe e, como resultado, também é responsável pelas decisões tomadas.

Tomando Decisões Desafiadoras

Às vezes você tem que decidir entre o certo e o certo. É fácil decidir entre o certo e o errado, mas é difícil decidir entre o certo e o certo. Ocasionalmente, você se deparará com várias alternativas, todas corretas. Você precisará decidir entre eles e comunicar a decisão. Às vezes, pode parecer que não há uma resposta certa, então tente pensar nessas duas coisas: Primeiro, qual é a resposta certa para o negócio? Em segundo lugar, o que é certo para o cliente? Quando essas áreas se alinham, as decisões difíceis são mais fáceis de tomar.

Adaptando o estilo de gestão às necessidades dos funcionários

Nem todos os subordinados diretos são criados iguais, e tratamento justo não significa tratamento idêntico. Um veterano experiente exige um estilo de gestão muito diferente de você do que um novo contratado recém-saído da faculdade. Desde que não haja indícios de favoritismo, um tratamento diferente pode ser eficaz. Lembre-se de que a maneira como você se comunicou anteriormente com alguém de sua equipe pode precisar ser alterada (ou seja, se você já foi colega).

Fornecendo feedback útil e oportuno

Quanto mais você esperar para dar feedback a alguém, mais difícil será. Quando o feedback é fornecido próximo ao momento em que o comportamento treinável foi exibido, todos os envolvidos se lembram de mais detalhes, tornando mais fácil fornecer coaching e mudar o comportamento. Além disso, é muito mais fácil e confortável receber um pequeno feedback do que um monte de feedback acumulado ao longo de semanas ou meses. Pratique o feedback diário (e equilibrado).

Manter o ritmo de trabalho

A velocidade é sua amiga. O trabalho sempre se expandirá para preencher o tempo disponível, tanto para você quanto para sua equipe. Defina prazos agressivos, faça as tarefas difíceis primeiro e siga consistentemente.

Pedindo ajuda

Não se esqueça que você tem recursos disponíveis. Você não precisa fazer essa transição sozinho. Utilize outros gerentes e RH para suporte quando você enfrentar um desafio, independentemente de quão pequeno ou grande o problema possa parecer. Seu sucesso é medido pelo sucesso de sua equipe, então peça ajuda quando precisar.

Parabéns por se levantar para enfrentar esses desafios! A liderança não é para os fracos de coração, e alguns dias pode parecer que você está andando em círculos, mas o que você está fazendo é um trabalho importante . Cada conversa aparentemente minuciosa com um membro da equipe ajuda a construir confiança e oferece uma oportunidade para uma conexão mais profunda, oportunidades de desenvolvimento e crescimento.

Fale Conosco

Endereço: Alameda Rio Negro, 911 sala 707 Barueri – SP – CEP: 06454-000
Telefone: (11) 3022-2583

Copyright 2021 Ateliê RH